Quinta-feira, 30 DE Dezembro 2010

 

Imagética 

O coelho está presente em todos os sonhos e recordações de infância perdurando a suma imagem meiga, fofa e encantadora. Tão forte é esta imagem que este animal se tornou num animal de estimação muito querido.
Temperamento
Muito curioso e calmo, apega-se muito aos donos respondendo pelo nome e criando uma relação de extremo carinho.
Introdução
O coelho selvagem, digno ascendente do coelho doméstico, chegou ao continente europeu pelas mãos dos espanhóis vindos do norte de África. Ao longo dos séculos, as características domésticas foram sendo apuradas (pensa-se que os monges terão sido os responsáveis), contando-se actualmente mais de 50 raças domésticas.
Variantes
Poderá escolher entre o Nova Zelândia, Califórnia, Chinchila, Azul de Viena, Borboleta, Prateado Champanhe, Rex e o mais exótico, o Angorá. Há ainda o coelho anão e o de orelhas caídas, normalmente encontrados como mutações do Nova Zelândia e Califórnia, porém existente também nas demais raças. Durante o primeiro mês em casa solte-o regularmente por breves instantes para que se ambiente ao novo lar.

Para melhor efectuar a sua escolha, apresentamos de seguida as características básicas das raças anteriormente referidas:

Nova Zelândia: americana, originou-se na Califórnia. Possui três variedades: branca, vermelha e negra. Pesa entre 4 e 5 kg e é bem forte.

Califórnia: criada na Califórnia, em 1928, é uma das raças mais recentes e famosas. Obtida através do cruzamento do coelho Russo com o Chinchila. Pesa entre 4 e 4,5kg.

Chinchila: sua principal característica é a pele semelhante à da valorizada Chinchila. Surgiu do cruzamento do coelho doméstico com Azul de Beveren e com o Russo, na França, em 1913. Peso entre 2,5 a 3,5kg.

Azul de Viena: é uma das mais populares raças de porte médio, rústica e fácil de criar. Foi desenvolvida por volta de 1893 na Áustria, em Viena, resultado do cruzamento entre coelhos gigantes pretos e amarelos. Pesa entre 3,5 e 5,5kg.

Borboleta: raça bonita, sua principal característica é a distribuição peculiar de manchas sobre o corpo, sempre branco. Costuma pesar cerca de 2,5 kg, possui pelagem macia, densa, com mais de 2,5cm de comprimento. Pode ser encontrada com manchas de cor preta, cinza ou parda, que se distribuem da seguinte forma: mancha em forma de borboleta em torno do focinho e lábios, anel em volta dos olhos, ponto abaixo dos olhos não muito grande, isolado, oval; orelhas inteiramente pigmentadas, traço contínuo ligando a mancha das orelhas até a cauda e por fim uma "corrente" que inicia-se na raiz das orelhas em pontos pequenos e bem definidos e vai até os flancos.

Negro e fogo: pequeno, este coelho caracteriza-se por uma pelagem negra aveludada, de cor intensa, com marcações vermelho-fogo. Pesa de 2 a 3 kg. De origem inglesa, sua primeira apresentação oficial foi na Inglaterra, em 1894.
Rex: tem a pele bem aveludada e com uma variedade de cores muito grande, que resulta de muito aprimoramento. Foi criado em 1919, na França, a partir de uma mutação de pêlo curto do coelho selvagem doméstico. Peso entre 3 a 4 kg.

Angorá: Não se sabe ao certo quando e onde se deu a mutação que o originou. Sua principal característica é a pelagem que pode alcançar 25cm de comprimento. Pesa cerca de 4 kg. O pêlo longo e sedoso cresce constantemente e precisa ser penteado e aparado com uma tesoura para evitar que enrole. A operação é repetida a cada 70 dias aproximadamente, quando o pêlo atinge o comprimento médio de 10cm. A cor mais comum é a branca. Pode ser encontrado também nas variedades negra, azul escura, havana e siberiana (branca com malhas).
Alojameto

Deve-se recorrer a uma gaiola específica para coelhos mantendo-a em local fresco mas protegido de correntes de ar, sendo o fundo da gaiola revesido com material absorvente. Quinzenalmente lave e desinfecte toda a instalação e utensílios. Os coelhos apreciam um ninho na gaiola para se sentirem mais protegidos.

Alimentação

A alimentação deve ser própria para coelhos, sendo que o feno deve estar sempre disponível para o animal comer. Como complemento dê-lhe fibras vitaminas e sais minerais através de folhas de beterraba e rabanete, assim como ramos de couve-flor. É claro que adoram cenoura, no entanto, uma vez que engorda, deve dar-se em dias alternados. A fruta e alimentos verdes devem ser dados com moderação, caso contrário podem causar diarreia. 

Higiene

É muito asseado cuidando de forma eficaz da sua própria higiene. Os banhos são de evitar pois podem causar graves problemas de saúde ao animal.

publicado por Lugar dos Animais às 15:05
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
21
22
23
25
27
28
29
pesquisar neste blog
 
arquivos
2011
2010
Contacto
lugardosanimais@sapo.pt
Publicação de Posts
Se quiserem ver algum post publicado neste blogue sobre animais e só enviarem para o e-mail.